top of page

A Inteligência Artificial já está na sala de aula

São novos tempos, estamos mais conectados do que nunca com algoritmos, nossos dados, hábitos e toda a criatividade humana se tornaram aprendizado para inteligências artificiais generativas. Assim como em qualquer setor, as IAs já estão moldando o futuro das salas de aula e dos métodos de ensino, mas apesar do receio que esse processo vem causando, muitos alunos já estão aprendendo desde cedo à ter uma visão crítica sobre o conteúdo criado pelas IAs, entenda como.



As novas tecnologias avançam mais rapidamente do que vimos ocorrer no século passado, e a Inteligência Artificial (IA) promete ser parte de uma grande revolução em diversos setores, basta governos, empresas e cidadãos olharem para ela como um auxílio no dia a dia e não como uma potencial ameaça para o seu futuro.


A educação está no cerne dessa discussão, pois as IAs já estão oferecendo novas maneiras de ensinar e aprender nos ambientes de sala de aula. Esta tecnologia está sendo usada em universidades, escolas e até mesmo em cursos de formação de professores, oferecendo novas maneiras de ensinar e aprender.


Em Nova York, maior distrito dos Estados Unidos, por exemplo, as Escolas Públicas que atendem cerca de 900.000 alunos, estão treinando um grupo de professores de ciência da computação para ajudar seus alunos a identificar vieses de IA e riscos potenciais.


As lições incluem discussões sobre algoritmos de reconhecimento facial defeituosos. É a naturalização de tecnologias, antes consideradas complexas, para um ambiente comum dos alunos.


O polêmico ChatGPT, que é um chatbot baseado em inteligência artificial e que faz muito mais do que conversar, já começou a receber restrições em alguns lugares no mundo, principalmente em instituições de ensino, porém há um setor divergente nesse cenário que apoia o uso de chatbots nesses ambientes.


Muitos diretores e professores de instituições de ensino estão aproveitando as inovações para estimular um pensamento mais crítico em sala de aula. Eles estão incentivando seus alunos a questionar o burburinho em torno de ferramentas de inteligência artificial em rápida evolução e considerar os possíveis efeitos colaterais das tecnologias.


O objetivo seria treinar a próxima geração de criadores e consumidores de tecnologia em “computação crítica”. Essa é uma abordagem analítica na qual entender como criticar algoritmos de computador é tão importante quanto saber como programar computadores.


Além disso, os professores podem usar recursos de IA para monitorar o progresso de seus alunos e fornecer feedback individualizado, o que é essencial para o desenvolvimento acadêmico. A IA também pode ajudar os professores a identificar problemas acadêmicos específicos e recomendar soluções adequadas.


Como a Inteligência Artificial pode revolucionar a educação?


A Inteligência Artificial permite que as instituições de ensino sejam mais flexíveis e adaptáveis às necessidades e interesses dos alunos. Com recursos como chatbots, robôs educacionais e sistemas de inteligência artificial, as escolas podem oferecer um ambiente mais personalizado em que os alunos podem aprender usando o método que funciona melhor para eles.


Em alguns estados dos EUA, alguns professores de ciências e humanidades do ensino médio estão usando um sistema desenvolvido por pesquisadores do Scheller Teacher Education Program no Massachusetts Institute of Technology (MIT), que funciona como um currículo de alfabetização em IA impulsionando a preparação do aluno para a IA e fornecendo as ferramentas de que o estudante precisa para se preparar para o mundo imerso em sistema de algoritmo.



Com atividades práticas e baseadas em computador sobre conceitos de IA, questões éticas em IA, expressão criativa usando IA e como a tecnologia se relaciona com o seu futuro o programa se baseia em um treinamento com uso do aprendizado de máquina para fazer previsões, investigar o viés em aplicativos de aprendizado de máquina, usar redes adversárias generativas para criar novas obras de arte e aprender a reconhecer a IA com a qual você interage diariamente e no mundo ao seu redor.


Esse processo permite que estudantes considerem a ética de sistemas de algoritmo, através do reconhecimento de, por exemplo, “redes adversárias generativas”, que podem ser usados ​​para produzir conteúdo de mídia falso, como vídeos realistas nos quais políticos conhecidos falam frases que nunca disseram. É preparar uma geração inteira para um mundo inundado de informação criada por bots e facilitar o olhar crítico sobre o conteúdo digital.


Outra maneira na qual a IA pode revolucionar a educação é através do uso de sistemas de monitoramento de desempenho. Estes sistemas permitem que os professores monitorem o progresso dos alunos e forneçam feedback imediato com base nos resultados obtidos. Além disso, estes sistemas podem ser usados para identificar problemas acadêmicos específicos e recomendar soluções adequadas.


Não tenha medo, a Inteligência Artificial tem futuro na educação


Esta tecnologia já está sendo usada em universidades, escolas e cursos de formação de professores para criar ambientes mais personalizados no qual os alunos podem aprender no seu próprio ritmo. Além disso, os professores também podem usar esta tecnologia para monitorar o progresso dos alunos e fornecer feedback individualizado.



A IA também está sendo usada para criar simuladores interativos para que os alunos possam experimentar como seria estudar em diferentes ambientes. Esta experiência pode ajudá-los a compreender melhor o conteúdo do currículo. Além disso, esta tecnologia também permite que as instituições identifiquem problemas acadêmicos específicos e recomendem soluções adequadas.


Com todos esses benefícios oferecidos pela Inteligência Artificial, não há dúvida de que ela terá um futuro brilhante na educação e certamente trará grandes mudanças nos ambientes escolares nos próximos anos.


Exemplos de plataformas de IA que podem ser utilizadas como apoio na educação


A inteligência artificial tem se mostrado cada vez mais promissora em inúmeros setores, e o setor de educação não foge à regra. O uso da IA na educação pode ajudar educadores e alunos a obter novos insights e levar os processos de ensino e aprendizagem a outro nível de qualidade.


Existem várias plataformas e ferramentas que usam tecnologia de IA para oferecer recursos inovadores e experiências educacionais personalizadas:


  • Plataformas com tecnologia de IA, como Knewton e Carnegie Learning , usam dados e algoritmos para fornecer experiências de aprendizado personalizadas para cada aluno, oferecendo recomendações e feedbacks personalizados.


  • Ferramentas de avaliação adaptáveis: ferramentas baseadas em IA, como Gradescope e Kaltura, fornecem feedback instantâneo sobre o desempenho do aluno, permitindo que os educadores avaliem e ajustem seus métodos de ensino em tempo real.


  • Tutores virtuais : tutores virtuais com tecnologia de IA, como Querium e ALEKS da Carnegie Learning, podem fornecer aos alunos acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana, a recursos e suporte educacional de alta qualidade.


  • Ferramentas de fala e linguagem: ferramentas com tecnologia de IA, como o Cognii , estão ajudando os alunos a desenvolver suas habilidades de linguagem e comunicação, oferecendo feedback em tempo real e experiências de aprendizado personalizadas.


  • Avaliação automatizada: ferramentas com tecnologia de IA, como Gradescope e Coursera , podem automatizar o processo de avaliação, liberando os educadores para se concentrarem em outros aspectos do ensino e da aprendizagem.


A conversa continua no Path

Se você é uma pessoa que gosta de se manter por dentro do que é inovador e está sempre à procura de novas ideias e soluções inteligentes, é no Path que vai encontrar tudo isso. Nós abordamos tópicos como inovação, tecnologia e empreendedorismo e muito mais, de modo a oferecer o melhor conteúdo para nossos visitantes.


Além disso, também temos uma plataforma de streaming que oferece palestras e conversas transformadoras sobre esses temas. Estamos sempre abertos ao feedback e às novas ideias, por isso estamos constantemente adicionando conteúdos e atualizando nossa plataforma. São mais de 70 horas de conteúdo para assistir e um portal de matérias com artigos atualizados toda a semana.


0 comentário
bottom of page