top of page

Influência de impacto com propósito nas causas socioambientais

Quem está impactando de forma positiva as redes sociais? No Path, tivemos uma conversa sobre o tema e a sua importância na amplificação de vozes e ações, impactando a sociedade e transformando um cenário que antes era de crise, mas que agora se tornou um espaço de trocas e apoio à questões urgentes.


Seja na forma de campanhas para reduzir o nosso impacto ambiental, ou em iniciativas para despertar a consciência das pessoas sobre a importância de cuidar do planeta, o uso das redes sociais como ferramenta divulgadora das práticas socioambientais, tem sido um dos principais caminhos para alcançar e influenciar positivamente as pessoas.


E é por isso que empresas e organizações estão investindo em ações pelo clima através dos influenciadores digitais. Desde o início da pandemia do COVID-19, em 2020, as pessoas têm buscado mais informações e notícias em canais digitais, o aumento do uso de plataformas de mídia social como o Facebook, o Instagram e o Twitter fez com que os influenciadores digitais se tornassem ainda mais relevantes nas discussões sobre os temas do momento.


As redes sociais são um espaço onde todos podem expressar suas opiniões e compartilhar suas experiências. Os influenciadores são figuras importantes nesse cenário, pois eles têm a capacidade de alcançar um grande número de pessoas com suas mensagens. Além disso, estas mídias são uma ótima ferramenta para a difusão de campanhas pelo meio ambiente, assim como podem ser um canal de comunicação direto com o público-alvo, elas permitem que as pessoas se conectem e se engajem em torno de um tema.


Como impactar positivamente através da influência digital


O Path é um destes espaços da web que está conectando as pessoas que estão transformando e agindo nas pautas de meio ambiente e outros temas pertinentes às discussões mais importantes da atualidade. Nossa plataforma digital reúne conversas e palestras que trazem soluções e ideias inovadoras para a sociedade, tudo através de pessoas influentes em suas áreas e com conhecimentos que podem inspirar novas ações de impacto.


Nós abordarmos essa questão sobre a real influência das redes sociais e seu impacto positivo nas campanhas socioambientais, quando tivemos na última edição do Path uma conversa com Camilla Marinho, gestora de projetos de impacto, Domitila Barros, da Greenfluencer, junto à Luciana Pianaro, Publisher & CEO da Vida Simples, que mediou esse bate-papo. Na conversa elas dialogam sobre o tema Influência de Impacto. Vamos entender o que está por trás dessas causas e como podemos aplicar no nosso dia a dia e também como identificar a nossa causa e de fato agir em direção ao nosso propósito.


Para Domitila, que vive na Europa e tem trabalhado com ferramentas digitais para divulgar campanhas positivas de impacto social e ambiental, “a sustentabilidade está totalmente ligada à questão de justiça social”. A empresária e também modelo, faz um paralelo entre sua experiência atual através de sua carreira e sua infância na Comunidade da Linha do Tiro, em Recife.


“Nos últimos 21 anos a única coisa que eu tenho feito é isso, falar e convencer as pessoas que existem muitas oportunidades parade criar um impacto ambiental, utilizando o Instagram, pois nem eu mesma imaginava que no final das contas teria o alcance que tem hoje”, comenta Domitila.


A modelo, atriz e ativista foi, recentemente, a vencedora do prêmio Miss Alemanha. Ela é a primeira imigrante e mulher negra a vencer o concurso, que teve 159 candidatas e que nesta edição buscou se afastar do estereótipo tradicional de objetificação das mulheres.


A influência em causas sociais e ambientais de Domitila é refletida em sua história, desde os 13 anos ela atuava como contadora de histórias na ONG Centro de Atendimento a Meninas e Meninos (Camm), que funciona há 35 anos na periferia de Recife, auxiliando mais de 60 crianças.



Quando criança, Domitila foi convidada a representar o Brasil em um encontro promovido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Hoje ela está engajando o público que a segue e acompanha suas atividades. Em seu instagram a modelo tem cerca de 209 mil seguidores.


“Toda essa dinâmica greenfluence e de sustentabilidade é uma trend, as blogueiras estão se engajando, as modelos estão se engajando, isso é uma coisa que eu vejo positivamente porque dá visibilidade muito maior a temas subjetivos e nuances da sustentabilidade, que por muitos anos a gente tinha que ir para a rua fazer a demonstração e gritar, mas hoje em dia é muito mais fácil ser aceita com essa temática em espaços onde, por muito anos, as pessoa argumentavam que era cedo demais.”, disse Domitila durante a conversa no Path.


Camilla Marinho, que também participa da conversa, pensa que essa influência e impacto através de ações digitais e presenciais pode servir como uma forma de enaltecer e dar visibilidade para pessoas e comunidades que também estão agindo. “Pensar global e agir local, acho que é muito importante essa frase, ela tem muito efeito, eu acredito muito no poder da micropolítica e me vejo como uma ponte de valorização destes povos originários, entre pessoas e marcas, com todo esse relacionamento que eu fiz ao longo da minha carreira.”, conta Marinho.


Diretora executiva do Instituto Caburé, Camilla foi idealizadora do DAMN Project, um movimento que buscou conscientizar pessoas sobre uma nova forma de consumo através da sustentabilidade, descentralização e valorização da mão de obra humana. Com a criação de bazares de desapego estimulando a economia circular, o projeto conseguiu influenciar o mundo da moda e mais além.


Ao ser questionada pela mediadora de Vida Simples, Luciana Pianaro, sobre como as pessoas podem começar a causar impactos através das redes sociais e no dia a dia, Camilla Marinho explica. “Eu acho que a gente precisa entender as dores que nos incomodam e começar a agir em cima disso, isso requer muita escuta, é primordial saber ouvir”.


Para Domitila, essa conexão exige que a mudança comece por dentro, que seja visceral.

“Eu sinto que na questão emocional, mais do que na cognitiva, acho que se engajar socialmente é mais emoção do que qualquer outra coisa, então emocionalmente falando, o mais importante é a gente se cobrar menos.”, explica. Assista a conversa completa na plataforma digital do Path


Sextas-feiras para o futuro de uma nova geração


Estamos na principal semana da Assembleia Geral da ONU, onde líderes mundiais se reúnem para discutir os principais problemas do mundo e principalmente para retomar as discussões sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). As metas organizadas pelos países membros das Nações Unidas precisam ser atingidas até 2030 se quisermos continuar a manter o planeta como nosso lar.


Tendo consciência dessa urgência, jovens em todo o mundo e pessoas nem tão jovens assim, estão se organizando todos os dias para agirem positivamente em busca destas metas. O evento #fridaysforfuture é um exemplo disso e nesta sexta-feira (23), ocorrerão protestos por medidas contra as crises climáticas, em todo o mundo.


O protesto faz parte de uma greve climática mundial organizada pela Fridays for Future (FFF), que começou em agosto de 2018, quando Greta Thunberg , então com 15 anos, entrou em greve na escola e se sentou do lado de fora do Parlamento sueco a cada três semanas. , exigindo ações urgentes sobre a crise climática. Sua ação se espalhou com estudantes e ativistas de todo o mundo protestando do lado de fora de seus parlamentos e prefeituras.


Três anos atrás, oito milhões de pessoas, incluindo 40.000 na Escócia , saíram às ruas em todo o mundo em 20 de setembro de 2019, para exigir justiça climática. Nesse exato momento ocorre o #SDGACTIONZONE2022, um painel que ao longo de três dias durante a Assembleia Geral da ONU, reúne os mais altos níveis de liderança da ONU, ativistas, funcionários do governo, líderes empresariais, agentes de mudança e disruptores em um espaço colaborativo virtual.


No centro do debate serão destacadas as soluções em todo o ecossistema, planos e investimentos necessários para impactar positivamente a vida das pessoas e o futuro do nosso planeta. Para conferir o evento virtualmente acesse: sdgactionzone.org




0 comentário

Comentarios


bottom of page