top of page

Inovação nas falas de 8 mulheres que passaram pelo Path

A inovação sempre foi impulsionada por pessoas com visão, força de vontade e determinação para transformar a realidade e criar soluções melhores. Através dos tempos, as mulheres têm se destacado nessa área, com inúmeros exemplos de mulheres que causaram grandes impactos na sociedade.



O Path é uma plataforma que celebra a inovação e criatividade através de sua história, seus eventos, curadoria de conteúdo, experiências e plataformas. Com o foco em tendências emergentes, o Path tem trazido à luz o trabalho das mulheres que estão mudando a sociedade com suas ideias inovadoras.


Durante os últimos anos, muitas mulheres foram destaque no Festival Path por suas soluções transformadoras. Elas mostraram que os limites são infinitos quando você acredita no seu potencial, usando sua criatividade para alcançar resultados incríveis e mudar positivamente a realidade de milhares de pessoas e inspirá-las.


Esta lista destaca 8 mulheres que passaram pelo Festival Path e que utilizaram nosso espaço para discutir sobre temas importantes para o mundo, compartilhando ideias e experiências positivas, inovando a sociedade de diversas maneiras. Elas são inspiração para todos nós e provam que é possível alcançar grandes resultados quando acreditamos em nossa capacidade de inovação.


Confira:


Crise Civilizatória, por Marina Silva

Marina Silva é a atual Ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima do Brasil, uma das mulheres reconhecidas pelo Festival Path por suas soluções transformadoras e inovadoras para a sociedade. Uma das mais relevantes vozes sobre sustentabilidade e defesa do meio ambiente no país, Marina Silva vem mostrando desde os seus primeiros passos na política que é possível criar soluções para os problemas da humanidade.


Em uma conversa com o Festival Path sobre sustentabilidade e foco no “ser”, Marina Silva destacou a necessidade de uma ação urgente para regenerar o planeta. Sua visão inovadora se destaca na luta pela preservação do meio ambiente e pela defesa dos direitos humanos.



Combate ao racismo estrutural, com Christiane Silva Pinto, Luana Génot, e Adriana Barbosa.


A luta contra o racismo estrutural é uma realidade no mundo, em uma parceria que tivemos entre Catraca Livre e Festival Path, surgiu o evento Causando Encontros, que trouxe o tema à tona através de três mulheres de destaque. Em uma discussão profunda e bem fundamentada, Christiane Silva Pinto (Analista de estratégias de marketing para Micro e Pequenas Empresas e fundadora do comitê AfroGooglers); Luana Génot (fundadora e diretora executiva do Instituto Identidades do Brasil); e Adriana Barbosa (CEO do Instituto Feira Preta), são grandes exemplos de mulheres que usam sua criatividade para combater o racismo. Elas são referência no assunto e ganharam destaque por suas contribuições e atuação na área.


Esse bate papo foi importante para discutir a importância que marcas podem assumir num compromisso de longo prazo com metas e ações concretas para resolver a questão do racismo estrutural. Deixando claro que é preciso ultrapassar ações pontuais para transformar os próprios ecossistemas das empresas e suas esferas de influência na sociedade em um ambiente que combata o racismo.



Mulheres: Geração de renda e inclusão social, com Ana Fontes.


A Ana Fontes é uma forte exemplo de mulher que inova e transforma a sociedade. Ela é fundadora da RME - Rede Mulher Empreendedora e do Instituto RME, onde ajuda mulheres a gerar renda e inclusão social através do empreendedorismo feminino. Ela participou do Festival Path Amazônia, em 2021, com uma palestra sobre geração de renda e inclusão social das mulheres através do empreendedorismo feminino.



Regeneração a partir do olhar da ancestralidade indígena


A ancestralidade indígena é um dos pilares para a regeneração e cura. Essas mulheres lideram uma discussão sobre a importância do olhar feminino, dos cuidados com a terra e de como encontrar soluções mais humanizadas para os problemas contemporâneos. Elas trazem o conhecimento e as práticas ancestrais para o nosso presente, ajudando-nos a compreender que os limites entre a natureza e a tecnologia são permeáveis.


Com suas visões inovadoras, essas mulheres têm contribuído significativamente para o avanço da sociedade, mostrando que é possível encontrar soluções que unam sabedoria ancestral e tecnologia moderna. É por isso que elas já foram destaque em uma das conversas do Festival Path.



O conteúdo continua no Path


Estes são apenas alguns exemplos de conversas gigantes que ocorrem no Path e estão disponíveis gratuitamente em nossa plataforma de streaming. Acesse ondemand.festivalpath.com.br e confira mais de 70 horas de conteúdo exclusivo, com palestras, documentários e conversas inovadoras.



0 comentário
bottom of page