Ter um plano sempre fez muita diferença na minha vida.

Vivi Duarte, autora do livro “Quem é você na fila do pão?”, conversa sobre como crescer e aparecer no Path Amazônia.



Quem é você na fila do pão? A frase que dá nome ao livro da autora Vivi Duarte nos convida a refletir sobre o que é inegociável em nossas vidas, entender nossos limites e até onde queremos chegar com nossos planos. No Path sempre convidamos pessoas que podem dar uma luz a temas como esse e Vivi Duarte é uma das convidadas do Path Amazônia.


Nascida na periferia, Vivi Duarte sempre buscou foco e perseverança no caminho de seus objetivos, mesmo com pouca oportunidade ela manteve seus planos, algo que ela conta ser o maior diferencial em sua vida. “Ter um plano sempre fez muita diferença na minha vida, no livro eu fui trazendo essas histórias, de como eu fui construindo a mulher que eu sou hoje, através de planos e fazendo acontecer, mas principalmente sabendo quem eu era na fila do pão e me posicionando para poder honrar a menina que eu era e se tornar a mulher que eu desejava ser”, conta a autora.


Apesar de usar sua própria história como exemplo, seu livro não é uma biografia, mas um manual de desenvolvimento para outras mulheres repleto de orientações, dicas, conselhos, explicações e exemplos práticas de como fazer para crescer e aparecer, um guia para quem quer fazer a diferença no seu mundo e no mundo das pessoas à sua volta.


Depois de trabalhar em diversas agências de comunicação e marketing, aos 32 anos, Vivi Duarte criou a agência Plano Feminino, focada em consultoria com o objetivo de contrapor a comunicação tradicional, sexista e machista, sendo pioneira na área e provocando a propaganda à mudar a narrativa retirando estereótipos, trazendo representatividade, mais mulheres negras e corpos diferentes, retirando o padrão estético tóxico para trazer propósito à propaganda.


“Eu era convidada à fazer o casting de evento das meninas que faziam a degustação de produtos nas gôndolas de mercado e sempre havia um estereótipo das mulheres, olhando para o figurino delas que agradaria os executivos e isso me incomodava demais, daí fui descobrindo que isso era machismo, tóxico e que não era legal, me deixava triste como executiva e Plano Feminino nasce daí, dessas provocações ao mundo corporativo à propaganda”, explica Vivi Duarte.

A Plano Feminino já conta com 11 anos de atividade e transformação na propaganda, inovando a forma como se


produz a propaganda no país, trazendo diversidade para um cenário que antes era repleto de bloqueios que precisavam ser desobstruídos. Vivi Duarte foi quem começou a destravar estes bloqueios, mas não parou por aí, em 2016 ela criou a ONG Plano de Menina, voltada para meninas periféricas que não tem condições de conseguir um bom emprego.


A conversa transformadora com Vivi Duarte estará no Festival Path Amazônia será uma entre as mais de 70 horas de conteúdo exclusivos e relevantes que abordam ideias, iniciativas, soluções atuais e inovadoras de sustentabilidade e regeneração do planeta.



Cadastre-se no site para receber todas as informações sobre o Path Amazônia que acontecerá nos dias 30 e 31 de outubro. Vamos juntos, regenerar o planeta?


0 comentário